terça-feira, 7 de abril de 2009

Poesia do livro Meu outro lado,Carlos de Souza

O meu canto é você
Autor:Carlos de Souza


Sem cantar,sem canto e sem pranto.
Lembrei-me de ti.Onde estás?
Será que por trás dos quebrantos,
Por trás dos montes,dos horizontes,
Ou dos manguezais?
Porém,a lua não respondeu nada.
Isto é que se malvada ,não sente a dor do poeta,
Que pergunta por seu amor.
Contudo,não tem nada,ondas inquietas,
Que por trás Das vidas e poderosas restas;
Me faz lembrar que o tempo passou.
Agora clareia o meu pensamento.

A lua que feriu meu coração.
A lua que me emudeceu o meu canto...
Sem poder cantar de tristezas,
Misturei meu pranto com o clarão seu.
Não posso fazer,se a distância me empata
se a noite me enlaça,o tempo destrói.
Tirou da saudade,que dói esquecida.
Pois,mas nada constrói,se o tempo me mata.
me abraça,me traça,me deixa,
Me atira uma flecha,se nossa promessa não pode ser cumprida.
Me estralhaça essa vida sem ter piedade.
Seja feita a vontade da verdade rompida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário